Vamos comentar! O seu comentário é o nosso incentivo!

sexta-feira, maio 03, 2013

Top Extra : Os Melhores Filmes em 3D

A crise dos grandes estúdios no início do século, com uma sentida queda da influência do cinema na indústria do entretenimento tendo a revolução tecnológica e a Internet como grandes vilãs, levou Hollywood a se reinventar. Só que em vez de pensar em alguma ideia nova, a salvação estava no passado – nos filmes em terceira dimensão que causavam furor nas matinês, principalmente de ficção científica e terror, nos anos 50 e 60.

Só que desta vez, por conta dos efeitos computadorizados e de técnicas como motion capture (aquela dos pontinhos verdes que cobrem o corpo dos atores, transformando-os em qualquer tipo de criatura), o objetivo é o hiper-realismo, levar o espectador onde está a ação, seja um mundo fantástico ou até em algum ambiente verdadeiro que poucas pessoas têm o prazer de conhecer in loco. Confira a seguir nossa seleção dos melhores filmes em 3D lançados nos últimos dez anos.

1° As Aventuras de Pi (2012)
A pessoa certa para transpor este universo que combina imagens deslumbrantes e o drama do jovem que precisa superar um naufrágio – e ainda construir uma relação com um tigre – realmente era o cineasta taiwanês Ang Lee. Ele tem tanto a experiência com filmes rebuscados nos efeitos especiais, como O Tigre e o Dragão e uma versão mal compreendida para Hulk, e longas com roteiros sofisticados, incluindo ai o mais famoso deles – O Segredo de Brokeback Mountain. Mas só aqui ele encontra o equilíbrio delicado em forma e conteúdo, o que lhe deu um Oscar de Melhor Diretor.

2° Avatar (2009)
A opção de filmar em terceira dimensão pode ser dividida entre antes e depois de Avatar. Uma obsessão de James Cameron, a superprodução proporcionou novas técnicas, recursos e até câmeras especiais. O resultado é a segunda bilheteria de todos os tempos, em valores nominais (ou seja, sem a correção da inflação), atrás apenas de outro filme do cineasta – Titanic. Os seres azuis, com perdão do trocadilho, abriram a caixa de Pandora.

3° A Lenda de Bewoulf (2007)
Ao lado de James Cameron, outro cineasta que abraçou o cinema em 3D e a ideia de fazer dos seus atores avatares de seres fantásticos e espetaculares foi Robert Zemeckis. A motion capture começa com todo vapor por meio de um filme seu, O Expresso Polar, mas foi aqui num clássico da literatura nórdica que ele conseguiu seu melhor resultado. Fez até Angelina Jolie virar um dragão, veja só.

4° Coraline e o Mundo Secreto (2009)
Existem algumas verdades universais da cultura pop. Uma delas é que os textos de Neil Gaiman são inadaptáveis. Esta animação que aparentemente possui técnicas simples, mas extremamente rebuscadas, desmentiu definitivamente a tese. O mérito está no talento do animador Henry Selick, que encontrou um visual interessante o suficiente para não ser sufocado pela história da menina que descobre uma espécie de universo paralelo. Muito mais legal do que a sua pobre realidade.

5° Alice no País das Maravilhas (2010)
Com o sucesso dos filmes em 3D, todo mundo veio na onda. E ainda foram cometidas diversas atrocidades – produções que inicialmente não haviam sido rodadas no formato acabavam convertidas para serem exibidas em terceira dimensão. A maioria dos resultados desta adaptação são desastrosos. Uma das gratas exceções é esta aventura lisérgica de Tim Burton, baseada na clássica obra de Lewis Carroll. E quem consegue resistir a Johnny Depp como o Chapeleiro Louco ou ainda a figura impagável do Gato Risonho?


6° Toy Story 3 (2010)
Pixar vivia um dilema: como realizar a continuação de uma marca que já havia rendido dois clássicos modernos? Pois Toy Story 3 superou todas as expectativas, tornando-se o filme mais bem-sucedido do estúdio artisticamente. Venceu dois Oscars – Melhor Animação e Melhor Canção Original – e entrou nas listas de Top 10 de 99% dos críticos. Woody e Buzz são os brinquedos que qualquer criança gostaria de ter – ousamos dizer que boa parte dos adultos também. Mas há aqueles que prefeririam Lotso, aquele perverso urso cor-de-rosa.

7° As Aventuras de Tintim (2011)
Só faltava você Spielberg para a festa do 3D. E o cineasta mais famoso do mundo na atualidade escolheu recorrer a um filme permeado totalmente pela técnica em grande estilo, numa adaptação das histórias de Hergé e seu personagem imortal . Contou também com a ajuda de Peter Jackson, o cérebro por trás de O Senhor dos Anéis e 
Hobbit.

8° A Invenção de Hugo Cabret (2011)
Martin Scorsese é um cineasta à moda antiga e ele não esconde isso de ninguém. Desde a temática dos seus filmes até o seu papel na conservação de filmes, sabe-se do seu apego pela memória cinematográfica. Por isso mesmo foi tão interessante sua opção em realizar uma produção que faz uma homenagem aos primórdios do cinema. Um olhar para trás para refletir sobre o momento atual da Sétima Arte.

9° A Caverna dos Sonhos Esquecidos (2010)
Um filme de Werner Herzog nunca é uma coisa banal. A sua primeira iniciativa de realizar um documentário em 3D nos leva para o interior das cavernas de Chauvet, na França, com pinturas rupestres de 30 mil anos atrás. Uma experiência única em que a mais primitiva das obras humanas se encontra com a mais moderna.




Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...